5 dicas para influencers que desejam ser cobiçadas por grandes empresas


Profissionalizar e ter renda como influencer é um desafio. Ao contrário do senso comum, ter uma quantidade menor de seguidores pode ser um diferencial. Empresas de todos os portes estão percebendo que as chamadas nano e micro influencers (com até 30.0000 seguidores) possuem uma maior afinidade com seus públicos. Mas mesmo com esse diferencial, como chamar a atenção de grandes marcas?

Por esse motivo, nós do Flip.net criamos 5 dicas para você se tornar cobiçado(a) por  grandes empresas:

1) Cuidado com o que você posta:

Um dos maiores pecados das micro influencers é achar que as grandes marcas somente vão se atentar à quantidade de seguidores que elas possuem e sua abrangência. Na verdade, a análise da maior parte das empresas tem a quantidade de seguidores como um fator secundário, ou no mínimo, que é avaliado em conjunto com outros fatores. Dessa forma, cuidado com postagens do tipo: 

  • Extremismo em um tema; 
  • Português errado;
  • Posicionamento agressivo contra uma pessoa ou empresa (hater).

 

2)  Seja uma ponte entre as marcas e seu público

As influencers de nicho, são muito procuradas por terem seus conteúdos segmentados, o que é muito apreciado pelas empresas. Outra qualidade é a aproximidade construída com seus seguidores. As pessoas buscam cada vez mais perfis de influencers que abordam temas e tenham comportamentos humanizados, como por exemplo, seguir outras páginas, comentar nas publicações, ter indicações confiáveis e assim por diante. Por esse motivo, é muito importante que o seu conteúdo e as marcas que você divulgar, tenham aderência com seus seguidores. 

Nossa dica é: faça um exercício olhando seu dia-a-dia e avalie quais marcas tem mais afinidade e naturalmente cativarão seu público.

3) Esteja além das postagens em redes sociais:

Muitos influencers de sucesso tornam-se virais nas redes sociais. Se você deseja trilhar esse caminho de influencer lifestyle, esteja em canais como Youtube, TikTok ou Instagram. Mas também considere investir uma verba em campanhas para aumentar a interação com o seu público. Note que essas ações não têm nada a ver com compra de seguidores, que somente visam aumentar a quantidade de público alcançado de maneira enganosa. 

 

4) Invista em produção

A maior parte dos influencers começam com produções amadoras. Essa perspectiva caseira passa mais credibilidade do que as superproduções, mas mesmo essas podem ter técnicas. Uma rápida pesquisa sobre “como criar vídeos que motivam”, vai apresentar milhares de resultados. Também conhecer técnicas básicas de edição e Photoshop podem levar seus conteúdos para o próximo patamar.

 

5) Invista em modelos baseado em performance

Muitos empresários vão pensar duas vezes antes de investirem em um cachê de um influencer sem uma grande abrangência. Para quebrar essa resistência, algumas empresas têm aberto um modelo baseado em performance, onde o influencer ganha uma loja no e-commerce ou landing pages sendo remunerado a cada venda, em um processo transparente e claro para ambas as partes. Outras empresas mesclam esse modelo com cachês e vales presentes.

 

Essa pode ser uma boa forma de começar uma relação com essas grandes marcas. Claro que se você trouxer vendas, a relação pode evoluir para cachês e vales presentes generosos. Essa é uma excelente forma para influencers iniciantes mostrarem seu valor para grandes empresas

 

Cadastre-se na plataforma Flip.net